Evolução da ciência.

Notícias que ninguém conta.

Estou abrindo essa seção para trazer a vocês algumas notícias científicas, que os cientistas preferem não divulgar.

Relutei muito antes de decidir, finalmente, mostrar a todos esses conhecimentos. Foi uma decisão difícil por diversas razões. A primeira e mais importante é a questão moral.

Estaria a população pronta para saber dos avanços que a ciência vem fazendo nas diversas áreas? Saberia o cidadão comum utilizar de forma responsável a mais nova tecnologia ao seu alcance?

Essas questões vêm assombrando os cientistas e, muitas vezes, quando algo é lançado no mercado, significa que havia sido desenvolvido até dez anos antes.

Isso mesmo. Acreditem, a internet existe desde 1856. Telefone celular que tira fotos já era utilizado na comunidade científica em 1932.

De fato, em 09 de janeiro de 1932 o Professor Edward Genith desenvolveu o primeiro telefone celular que tirava fotos. Na época, ao contrário do que se pensa hoje em dia, todos acharam que aquela era uma invenção muito útil.

A fotografia digital já era largamente utilizada desde 30 de março de 1922, quando Alberto Giaconni demonstrou o funcionamento da primeira máquina fotográfica digital.

Enquanto isso, a sociedade civil, os cidadãos comuns, usavam tambores para se comunicar de aldeia em aldeia.

Uma máquina fotográfica era algo inexplicável, e impossível de ser compreendido por alguem em 1922, quando os álbuns de fotografias eram esculpidos em pedra, por desenhistas.

Quem poderia imagina, naquela época, a existência de computadores, que já existiam há cem anos, quando as pessoas mais ricas e influentes usavam ábacos para fazer as contas mais simples.

Se vocês estão espantados com essas notícias do passado, imaginem o que o presente esconde de suas mentes atrofiadas?

Por exemplo, o computador de mesa que você está usando, achando que é o máximo que a tecnologia pode oferecer, já existia em 1775.

Portanto não se espante em saber que o computador que Einstein usa (isso mesmo, Einstein. Ele não morreu. Mora atualmente em Marte. Depois eu conto mais sobre isso.) é um modelo TRX400-90pp5-5689, fabricado pela EtticMort SC, empresa criada por Graham Bell, que todo mundo conhece como o inventor do telefone, mas não sabe que também foi o inventor da panela teflon e do alicate de unha com desenhos japoneses.

Voltando ao computador, a memória do aparelho é ilimitada, o espaço em disco também. O disco rígido dele cabe em uma cabeça de agulha, e ainda sobra espaço.

O processador é ainda menor, mas tem uma velocidade 578.000 vezes superior a qualquer computador atualmente no mercado.

Mas não tenham ilusões, daqui a dez anos, quando seu computador tiver melhorado 200%, ainda assim sua carroça jamais chegará aos pés do modelo TRX400-90pp5-5689.

Quanto ao sistema operacional, nada de Windows.

Você deve estar pensando que o Windows deve ser o máximo na versão dos cientistas, não é?

Errado, não existe nenhuma possibilidade científica do Windows ser bom.

Esse é um dos desafios que deixaram os cientistas nervosos por décadas, mas eles desistiram disso e aboliram esse sistema operacional de seu reduto.

Por enquanto eu só vou contar isso, mas volto na semana que vem, com mais notícias do passado, presente e futuro.

Isso se essa coluna não for rastreada pelo super satélite que consegue ler cada mail, site, msg privativa, agenda de telefone, mente, livro, cartas de tarot, lista telefônica, bula de remédio, etiqueta de roupa, aviso de não fumar, multa de estacionamento, e outras coisas que nós escrevemos.

Até a próxima!!!

Claudia Modell